Foto: Reprodução/Metrópoles

Uma das seis crianças que estão suspensas a 274 metros de altura após o cabo de um teleférico romper no Paquistão chegou a desmaiar de medo e também por causa do calor. Além das crianças, que têm entre 10 e 15 anos, dois adultos estão presos e necessitam de resgate. O acidente ocorreu nesta terça-feira (22/8). As vítimas estão suspensas por pelo menos cinco horas. 

Segundo o jornal árabe Al Jazeera, entre as crianças ainda há uma que tem problema cardíaco. O episódio tem feito as forças de resgate paquistanesa correr contra o tempo para salvar os tripulantes do teleférico antes que a corda não resista. O primeiro-ministro interino do Paquistão, Anwaar ul Haq Kakar, afirmou que o caso é “alarmante”.

“Instruí as autoridades a realizar inspeções de segurança de todos esses teleféricos particulares e garantir que sejam seguros para operar e usar”, disse no Twitter. O cabo do transporte aéreo teria rompido enquanto o teleférico fazia a viagem. 

Os militares estão utilizando dois helicópteros para resgatar as crianças e os adultos. No entanto, há a preocupação de que o vento possa desestabilizar ainda mais o teleférico. Cerca de 150 pessoas se deslocam, diariamente, por esse mesmo trajeto do acidente para ir a escola.

Os militares envolvidos no resgate atuam em serviços especiais e são treinados para operações aéreas. “Todos os esforços estão sendo feitos pelo exército paquistanês para resgatar as pessoas presas no transporte”, disse um oficial ao Al Jazeera.

Fonte: Correio Braziliense

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *