Foto: Reprodução

O Ministro da Saúde Marcelo Queironga declarou neste domingo (17) por meio de um pronunciamento exibido na TV aberta o fim da emergência em Saúde Pública. A decisão representa a flexibilização de medidas sanitárias para conter a pandemia de Covid-19, decretada em março de 2020. A medida passa a ter validade a partir da publicação de uma portaria, o que, de acordo com o ministro, deve ocorrer nos próximos dias.  

No pronunciamento o Ministro prestou solidariedade aos brasileiros que perderam um familiar durante a pandemia e fez um balanço das ações do governo durante a época pandêmica. “Graças à melhora do cenário epidemiológico, à ampla cobertura vacinal da população e à capacidade de assistência do SUS, temos hoje condições de anunciar o fim da Emergência de Saúde Pública de Importância Nacional, a Espin. Nos próximos dias, será editado um ato normativo disciplinando essa decisão”, declarou o ministro da Saúde.

O profissional afirmou que a decisão não representa  “significa o fim da Covid-19”. “Continuaremos a conviver com o vírus. O Ministério da Saúde permanece vigilante e preparado para adotar todas as ações necessárias para garantir a saúde dos brasileiros”, completou.

Fonte: Ibahia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *